Nas Bancas

1.jpg

Luísa Beirão fala pela primeira vez sobre as “violentas agressões” que sofreu

Ex-manequim garante que apenas quer seguir com a sua vida e “ser feliz com a [sua] família”.

CARAS
4 de abril de 2017, 13:08

A Elite Lisbon, agência que representa Luísa Beirão, emitiu um comunicado a falar do episódio de violência que levou a ex-manequim a dar entrada nas urgências do Hospital de São José, em Lisboa, na manhã da passada quinta-feira, 30 de março. “A recuperar das violentas agressões de que foi vítima na passada semana, Luísa Beirão agradece todo o carinho demonstrado pelas centenas de contactos que tem vindo a receber, e esclarece que embora não comentando habitualmente a sua vida pessoal, os contornos das notícias que têm vindo a público são inaceitáveis e ofensivos para si e para a sua família (…) A brutalidade do ataque que sofreu dentro da sua própria casa na madrugada de dia 30 de março de 2017, está a ser investigada pelas entidades competentes tendo por base os exames feitos pelo departamento de medicina legal. A Luísa e os seus filhos [Isabel, de nove anos, e Frederico, de seis, fruto do casamento anterior com Miguel Pedrosa] encontram-se sob protecção 24h por dia para garantir a sua segurança. Esta será a única declaração que a Luisa fará sobre este assunto”, pode ler-se no documento enviado à imprensa.
Luísa Beirão, por sua vez, prefere não entrar em pormenores e em momento algum refere o nome do alegado agressor. “Todos temos o direito de seguir com a nossa vida e não é aceitável sofrer represálias por este facto. É muito triste que assim seja e tudo o que desejo é ser feliz com a minha família”, garante.
Recorde-se que Ricardo Simões, com quem a antiga booker manteve uma relação durante cerca de um ano e meio, terminada em dezembro último, foi apontado como o autor das agressões e o próprio confirmou ao Correio da Manhã que tinha havido um confronto entre os dois quando tentou reaver os seus pertences pessoais, mas garante que foi Luísa Beirão quem partiu para a violência. “Não sei se ficou com algumas nódoas negras, mas eu não lhe bati”, justificando que apenas a agarrou para que se controlasse. Segundo o mesmo jornal, o empresário pediu, entretanto, uma ordem de restrição para que a ex-namorada de se aproximar de si e da sua filha menor.
Em relações anteriores, Luísa Beirão também já esteve associada a situações semelhantes. Após o final do seu casamento de 11 anos com o antigo futebolista Miguel Pedrosa processou-o por violência doméstica, mas o tribunal acabou por absolvê-lo por falta de provas.
Em 2013, o final do seu namoro de três anos com Filipe Gomes também esteve envolvido em polémica, tendo mesmo interposto uma providência cautelar para que este não se aproximasse dela nem dos seus filhos.
Saiba mais pormenores na revista CARAS, amanhã nas bancas!

Untitled-1.jpg

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras