Nas Bancas

Princesa Victoria da Suécia

Princesa Victoria da Suécia

Michael Campanella

Princesa Victoria da Suécia sofre de doença que pode dificultar o seu papel institucional

E não tem cura.

CARAS
8 de novembro de 2019, 15:46

Apesar de não ser um facto amplamente conhecido, já foi divulgado pela própria princesa há muitos anos. Numa entrevista, em 2008, Victoria da Suécia revelou sofrer de prosopagnosia, uma doença na qual a capacidade de reconhecer os rostos está danificada.

Assim, é muito mais difícil para a princesa herdeira memorizar as caras e até os nomes das pessoas com quem se cruza, o que se traduz num problema, uma vez que, por força do papel que desempenha, precisa de reunir-se com muitas pessoas diferentes.

A doença não tem cura e não a impede só de se recordar de rostos que vê pontualmente, pelo contrário, pode fazê-la também ter dificuldades em reconhecer com clareza pessoas com quem contacta diariamente.

Na mesma entrevista explicou que esta limitação faz com que tenha que ter trabalho extra para garantir que consegue recordar as pessoas, pelo menos aquelas com quem trabalha mais frequentemente.

Para contornarem a doença, é comum que pessoas que sofrem deste transtorno recorram a truques para se lembrarem dos outros mais facilmente, como fixarem-se numa característica física determinada, memorizarem o odor da pessoa (caso seja muito diferente das demais) ou até decorarem a forma como andam. De acordo com a Vanitatis, e como a doença pode ser hereditária, a princesa acompanhou logo desde muito cedo os filhos para tentar perceber se algum deles sofria deste transtorno.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras