Nas Bancas

O discurso emocionado de Maud no último adeus ao pai, Ari Behn

Martha Louise mostrou-se tocada com as palavras da filha mais velha.

CARAS
3 de janeiro de 2020, 16:38

As cerimónias fúnebres de Ari Behn, o ex marido da princesa Martha Louise, que tirou a própria vida no Natal tiveram início esta tarde, dia 3 de janeiro, na catedral de Oslo. Várias pessoas anónimas se deslocaram ao local, onde também se encontravam as filhas do escritor, Maud Angelica, de 16 anos, Leah Isadora, de 14 e Emma Tallulah, de 11, bem como restante família.

A mais velha quis proferir algumas palavras cheias de emoção: "Querido papá. Recordo-me que no meu Crisma falaste comigo e as tuas mãos tremiam. Estavas tão habituado a estar na televisão, pelo que quando agarraste as minhas mãos percebi o quanto significava para ti. Hoje vou falar eu de ti e também te estou a dar a mão".

Após se referir ao retrato que fez do pai, emoldurado e pousado no caixão para a cerimónia, que, com muita pena, não lho pôde entregar, continuou: "Quanto tinha medo dos monstros debaixo da cama, disseste que tomarias conta de mim. Eras o meu herói. Adoro-te e preciso muito de ti na minha vida. Alegra-me saber que significavas tanto para tantas pessoas".

Por fim, em nome das irmãs e da mãe, referiu "a força e alegria infinitas que nos passaste ao acreditares em nós. Obrigada por tudo isso. A Leah, a Emma, a mamã e eu teremos muitas saudades tuas".

Veja as imagens da cerimónia na galeria.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras