Nas Bancas

Acordo sobre o futuro de Harry e Meghan pode ser revisto dentro de um ano

A imprensa internacional avança que as decisões podem não ser definitivas

CARAS
19 de janeiro de 2020, 12:41

No sábado, 18 de janeiro, o Palácio de Buckingham emitiu um comunicado no qual faz saber as decisões tomadas pela família real britânica na reunião que se deu na segunda-feira, dia 13, em Sandringham. O texto afirma que Harry e Meghan perdem os títulos reais, não vão receber mais fundos públicos, deixam de representar a rainha Isabel II em projetos e eventos da realeza e vão devolver o dinheiro gasto na reforma do Frogmore Cottage, a residência do casal no Reino Unido. O Palácio ainda informa no comunicado que a decisão começa a ter efeito a partir da primavera.

Porém, a revista "People" avança que o acordo não será assim tão definitivo. Segundo fontes próximas da realeza britânica, o acordo poderá ser revisto dentro do período de um ano. É esperado que a revisão aconteça num encontro entre a rainha Isabel II, o príncipe Carlos e os dois netos, William e Harry, tal como o da última segunda-feira, 13 de janeiro.

A revista também afirma que, ao longo deste ano, é provável que Harry e Meghan continuem a participar dos eventos da realeza a convite da rainha.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras