Nas Bancas

Linguagem corporal de Harry denuncia nervosismo com a paternidade

De acordo com uma especialista no assunto.

CARAS
10 de fevereiro de 2019, 11:23

Ao que tudo indica, à semelhança da maioria de todos os homens quando estão prestes a ser pais, Harry tem andado ansioso - e a sua linguagem corporal durante toda a gravidez de Meghan não engana.

"O gestos de ansiedade de Harry começaram quando conheceu Meghan. Foi aí que surgiu o estranho aperto de mão nos seus casacos, bem como expressões faciais intensas e mais sérias, que refletem o aumento súbito nos seus níveis de responsabilidade," diz a especialista em linguagem corporal Judi James ao jornal Express.

Judi passa a explicar que o príncipe "perdeu as expressões faciais joviais e divertidas" que sempre o fizeram parecer traquina, tendo adotado um estilo mais adulto e sério à medida que entra em novas fases da vida, nomeadamente como marido e pai.

James faz ainda uma comparação entre a postura dos duques de Sussex, revelando que enquanto Meghan mostra uma "alegria e orgulho gritantes", Harry denuncia ser "ansioso e protetor, apesar de a mulher não dar sinais publicamente de precisar ou querer ser protegida".

A especialista revela ainda que a linguagem corporal do filho mais novo de Carlos e Diana mostra que este assumiu um papel de "guarda-costas" para Meghan e enquanto a duquesa partilha o seu entusiasmo, "Harry tem muitas vezes um semblante preocupado e receoso."

De recordar que o primeiro filho de Harry e Meghan deverá nascer em meados de abril e que o casal real decidiu não saber o sexo do bebé até ao dia do parto.

Vídeo relacionado: Meghan "apanhada" a falar do sexo do bebé

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras