Nas Bancas

Terceira temporada de "The Crown" sugere que Isabel II foi infiel ao marido

A rainha e o duque de Edimburgo assinalam este mês 72 anos de casamento.

CARAS
13 de novembro de 2019, 13:05

A terceira temporada da série “The Crown”, inspirada na vida da coroa britânica, está cheia de polémica. Um dos episódios do enredo dá a entender que Isabel II terá sido infiel ao marido, o duque de Edimburgo, numa relação extraconjugal com o responsável do estábulo dos seus cavalos de corridas, Iord Porchester, que tratava carinhosamente por Porchey.

A notícia parece ter enfurecido o palácio de Buckingham. Muitas foram as vozes que se levantaram para negar esta possibilidade, entre as quais o Dicki Arbiter, ex-acessor de imprensa da rainha de Inglaterra. “Tudo isto me parece de muito mão gosto e totalmente infundado. A rainha seria a última pessoa do mundo a considerar olhar para outro homem que não fosse o seu marido”, escreveu num artigo do “TheTimes”.

E foi mais longe, ao afirmar que “é apenas um mexerico que existe há décadas, mas não tem base. A coroa é uma ficção. Ninguém conhece as conversas particulares que os membros da família real têm, mas, é claro, as pessoas contam sempre a história que desejam para torná-la mais sensacionalista”, conclui.

Em “The Crown”, Isabel II viaja por França e pelos Estados Unidos da América na companhia de Iord Porchester. Uma deslocação que a princípio só iria durar uma semana acabou por prolongar-se durante um mês. A demora no regresso ao palácio fez com que o príncipe Philip suspeitasse de que se trataria de uma aventura.

De acordo com o criador da série, Peter Morgan, em entrevista a uma revista a propósito da forma como fez investigação para criar as histórias em cada temporada, ele e a equipa leem tudo o que lhes é possível sobre a vida das personagens e seleccionam determinados momentos.

“Depois de identificar o que me interessa pedi aos investigadores que vão mais além. Fornecem-me documentos e começo a pensar nas histórias”, revelou. Os criadores de “The Crown” deixaram sempre claro que os fatos que ocorrem na ficção são exatamente isso: ficção. Muitas das tramas baseiam-se precisamente em rumores, enquanto outras refletem fatos comprovados.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras