Nas Bancas

2.jpg

GARETH FULLER

Pressão mediática sobre Meghan chega ao Parlamento britânico

A duquesa de Sussex reagiu ao gesto.

CARAS
31 de outubro de 2019, 14:21

A luta de Meghan contra a imprensa britânica sensacionalista parece ter novos capítulos. O tema da pressão mediática exercida sobre a duquesa de Sussex parece ter chegado ao parlamento britânica e o gesto não passou indiferente. A mulher de Harry agradeceu o gesto de 72 parlamentares do Reino Unido que escreveram uma carta aberta solidarizando-se com a sua situação.

Foi a própria duquesa quem telefonou a Holly Lynch, a deputada trabalhista que encabeçou esta iniciativa, que considera que alguns meios de comunicação dão uma versão “desagradável e enganadora” de informações sobre aquela nora do príncipe Carlos.

Lynch deu a conhecer o conteúdo da carta dirigida à duquesa e, um dia depois, o palácio de Buckingham contactou-a pela manhã perguntado se poderia falar com a duquesa.

“Ligou-me a agradeceu a mim e às outras parlamentares o nosso apoio e por lhe ter enviado uma carta em que nós, como mulher em cargos públicos, compreendemos totalmente aquilo pelo qual ela está a passar.”

E vai mais longe: “Ainda que tenhamos papéis públicos muito diferentes, solidarizamo-nos com ela para dizer-lhe que não deveríamos destruir as mulheres que têm uma esfera pública através da imprensa. Também me disse que ficou alegre ao receber a carta”, concluiu.

A conversa acabou por resvalar para o plano pessoal: são ambas mães e acabaram por falar acerca do desafio que é estar no centro mediático e gerir a educação e o cuidado que exige a maternidade.

Veja o testemunho de Holly Lynch!

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras