Nas Bancas

Cristina Ferreira-0734.jpg

João Lima

Cristina Ferreira: “Arranjei estratégias para evitar chegar ao ponto de exaustão”

A apresentadora, de 42 anos, admite ter sentido o corpo dar sinais de que precisava de acalmar.

Cláudia Alegria
6 de outubro de 2019, 12:00

Acabou de celebrar 42 anos e assume que o melhor presente que poderia receber seria... tempo. “Estas últimas semanas têm sido uma perfeita loucura. Tenho saído de casa às 6h30 da manhã e regresso já depois das 8 da noite. Só vou dormir”, começa por dizer Cristina Ferreira nos minutos que conseguiu reservar na agenda para falar com a CARAS a propósito da sua estreia na Gala dos Globos de Ouro, que apresenta este domingo, dia 29, no Coliseu dos Recreios. O vestido, ou melhor, os vestidos, há muito que estão no seu guarda-roupa e a apresentadora parece estar confiante na sua escolha. “Toda a gente sabe que gosto muito de vestidos, gosto de extravagância, gosto de surpreender, e, inevitavelmente, as opiniões irão dividir-se, porque os gostos se discutem e cada um tem o seu”, adianta, provocadora.

– Um dos compromissos que assumiu com o seu filho foi chegar sempre cedo a casa...

Cristina Ferreira – Feliz-mente tive sorte, porque esta fase pior coincidiu com as férias de verão e o meu filho faz exatamente aquilo que eu fiz toda a minha vida, que é sair de casa de manhã e voltar à noite. Ia com os primos para um lado, com os avós para outro, e isso tranquilizou-me muito. Depois, isto é só uma fase, e a partir do dia 30 de setembro a minha vida volta ao normal.

– Todos os minutos do seu tempo parecem ser geridos meticulosamente. Há alguma coisa que a faça perder a noção do tempo?

– Não, porque são mesmo geridos dessa maneira. As pessoas podem não acreditar, mas chegar um minuto atrasado a um encontro meu pode tornar-se complicado, porque à hora certa vou-me embora. Ou organizo assim o meu tempo ou ficam coisas por fazer.

– O que é que mais lamenta ter perdido ao longo destes últimos tempos?

– A tranquilidade de acabar o programa à uma da tarde e não ter mais nada na minha cabeça.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras