Nas Bancas

Mia21.jpg

Paulo Miguel Martins

Mia Relógio: "Não conseguir ter filhos e perder o meu pai tão cedo deixou-me sem chão"

A “blogger”, que deixou de lado o trabalho de advogada, fala sobre a sua luta para conseguir engravidar.

Vanessa Bento
23 de setembro de 2018, 15:00

Na altura de escolher um caminho profissional, a vontade de Maria André Relógio voltou-se para a Comunicação Social, mas, aconselhada pelo pai, acabou por tirar Direito. Hoje não se arrepende da escolha, embora tenha deixado de exercer advocacia há cerca de um ano, quando decidiu dedicar-se totalmente ao seu blogue. Criado há sete anos, O Blog da Mia é uma das páginas de moda e lifestyle mais seguidas no nosso país e é também uma partilha pública daquilo que preenche a vida dela. Tanto o bom como o menos bom. Tal como aconteceu nesta entrevista, onde a blogger, casada há 12 anos com Carlos Almeida, falou sem subterfúgios sobre as dificuldades que tem encontrado no seu caminho, sobretudo no que toca à vontade de ter filhos. Ainda assim, foi com um sorriso sincero e esperançoso que Mia terminou esta entrevista, feita de emoções e gratidão.


– Trocou a advocacia pela blogosfera. Foi de ânimo leve?
Mia Relógio – Não, foi uma decisão muito ponderada. Já queria tê-lo feito, mas estamos sempre à procura do momento ideal. Até que cheguei a uma altura em que já não conseguia conciliar tudo o que tinha para fazer entre o blogue e o trabalho de escritório. Decidi arriscar e dedicar um ano – prazo que está quase a acabar – a focar-me só nisto e perceber se conseguiria viver do blogue. Até agora é um balanço positivo. Ainda há muita coisa que quero fazer e melhorar, mas não estou arrependida. Claro que é muito complicado lidar com a instabilidade financeira, porque não há ordenado fixo. Além disso, a concorrência é cada vez maior e melhor.


– Trocou um sonho por outro?
– Este sonho era maior que o outro. Tenho saudades do escritório e há dias em que gostava de ter uma realidade menos fútil. Claro que contra mim falo. Sendo isto muito virado para a beleza, para os looks, temos todos os dias que alimentar o nosso próprio ego... Mas a moda foi sempre uma paixão maior.

Leia esta entrevista na íntegra na edição 1205 da revista CARAS.
Assinatura Digital
Apple Store
Google Play

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras