Nas Bancas

Família real sueca solidária com as vítimas do atentado em Estocolmo

Ataque aconteceu esta sexta-feira, 7 de abril, e fez pelo menos três mortos e oito feridos.

CARAS
7 de abril de 2017, 16:45

“É com consternação que a família real e eu tomámos conhecimentos do ataque em Estocolmo esta tarde. Os contornos e os danos causados pelo incidente ainda estão a ser apurados. Estamos a acompanhar de perto os desenvolvimentos, mas os nossos pensamentos estão com as vítimas e as suas famílias”, pode ler-se no breve comunicado assinado pelo rei Carlos Gustavo e publicado no site e nas páginas oficiais da Casa Real da Suécia nas redes sociais. A mesma nota informa que o rei e a mulher, Sílvia da Suécia, decidiram suspender a viagem ao Brasil e que, enquanto não regressarem, a princesa herdeira, Victoria, continuará a representar a família real.
Um camião abalroou várias pessoas em Estocolmo e provocou pelo menos três mortos e oito feridos, de acordo com fonte policial citada pela agência TT. “O veículo avançou sobre uma multidão e contra uma loja de grandes dimensões, numa rua com muito comércio”, explica a mesma fonte.
As autoridades estão a encarar o sucedido como um atentado terrorista e o primeiro-ministro sueco diz que tudo aponta para esse cenário. “A Suécia foi atacada”, afirma Stefan Löfven.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras