Nas Bancas

Carlos Gustavo da Suécia garante que não abdicará do trono

O rei, que subiu ao trono sueco em 1973, afirmou que, enquanto se sentir bem, irá continuar a representar o seu país. Apesar de estarem certos de que a princesa Victoria será, um dia, uma grande rainha, os reis preferem que esta para já se dedique à filha, Estelle, de dois anos e meio. 

CARAS
7 de dezembro de 2014, 18:00

A garantia foi dada pelo rei Carlos Gustavo durante um encontro com jornalistas: “Não vou abdicar. Não é uma tradição na minha família e eu não o vou fazer.” Foi desta forma que o monarca pôs fim a alguns rumores que apontavam para a hipótese de que viesse a abdicar do trono nos próximos tempos a favor da filha mais velha, a princesa Victoria. “Enquanto me sentir bem e em forma, vou continuar no meu cargo. Gosto de representar a Suécia, sinto-me orgulhoso do meu país, gosto quando ganhamos provas despor­tivas e emociono-me ao ver hastear a nossa bandeira e ouvir o hino nacional”, afirmou Carlos Gustavo, embora reconheça que a princesa herdeira está mais do que preparada para o substituir. “Antes a Victoria acompanha­va-me em muitos atos oficiais, mas agora tem tido muito mais liberdade. Acho que isso é positivo, pois assim acaba por reforçar o seu carácter.” Também presente neste encontro com jornalistas estava a rainha Sílvia, que acabou por acrescentar: “Neste momento, é importante que a princesa tenha tempo suficiente para se dedicar à sua vida familiar, até porque a Estelle [filha de Victoria] ainda é muito pequena.”

 

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras