Nas Bancas

Victoria da Suécia e Daniel Westling

Victoria da Suécia e Daniel Westling

Atlântico Press

Victoria e Daniel da Suécia acusados de corrupção

Depois da lua-de-mel, a princesa é acusada de aceitar presentes de um empresário sueco, que poderia esperar uma troca de favores.

Andreia Guerreiro
12 de agosto de 2010, 15:37

No passado mês de junho, a princesa Victoria da Suécia e Daniel Westling trocaram alianças e logo depois rumaram ao Pacífico para desfrutar de uma lua-de-mel de sonho. Já o regresso à vida normal foi tudo menos tranquilo, já que o casal enfrenta acusações de corrupção por aceitar presentes de um empresário sueco. Em causa estão as despesas da viagem num jato privado e num iate de luxo, propriedade de Bertil Hult, que os disponibilizou para a lua-de-mel. Foram entretanto apresentadas três queixas, alegando que Victoria e Daniel não deveriam ter usufruído destes presentes, uma vez que o empresário pode querer obter algo em troca. No último fim de semana, o diário sueco Dagens Nyheter, entre muitas críticas perante a atitude da princesa que aceitou as ofertas, defendia que Bertil Hult "poderia estar interessado em obter algo em troca", tendo em conta a posição que a família real ocupa na sociedade sueca.
De momento, a Casa Real da Suécia não fez grandes declarações sobre este caso, mas garantiu que estas acusações não têm fundamento e que apenas se tratou de uma viagem privada oferecida por um "amigo da família real".

*Este texto foi escrito nos termos do novo acordo ortográfico.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras