Nas Bancas

Todas as imagens do batizado de Isabelle, filha de Diana de Cadaval e Charles-Philippe d'Orléans

O batizado decorreu na Igreja de São João Evangelista, em Évora, no passado dia 21 de outubro.

Marta Mesquita
31 de outubro de 2012, 11:30

Na véspera de completar oito meses, Isabelle d’Orléans, filha de Diana de Cadaval e Charles-Philippe d’Orléans, foi batizada no passado dia 21, na Igreja de São João Evangelista, que pertence ao Palácio Cadaval, em Évora. Para padrinhos da filha, os príncipes d’Orléans escolheram o príncipe Felipe de Espanha e Dora de Loewenstein. “Foi uma escolha baseada na amizade, na cumplicidade e nos laços de família. A madrinha, a princesa Dora de Loewenstein, é uma grande amiga da minha família. Ela é afilhada do meu pai, agora foi a madrinha da minha filha. É uma corrente de amizade que não se quebra! O padrinho, o príncipe das Astúrias, é primo do meu marido e as duas famílias são muito ligadas – os primos da geração deles, do Charles-Phillippe e do príncipe Felipe, cresceram juntos em Madrid. E, conhecendo o carácter de cada um dos padrinhos, temos a certeza de que a Isabelle receberá sempre muito afeto, cuidados e atenções de cada um deles. São ambos pessoas duma grande sensibilidade”, explicou Diana de Cadaval.
Depois de ter estado no dia anterior (sábado) com a princesa Letizia no casamento de Guilherme de Luxemburgo e Stéphanie de Lannoy, no Lu­xemburgo (de onde partiram ainda nessa noite para Madrid),  o príncipe das Astúrias fez questão de estar presente no batizado da afilhada, no domingo de manhã, mas já sem a companhia da mulher, que ficou na capital espanhola com as filhas, as infantas Leonor e Sofía.
Momentos antes de começar a cerimónia religiosa, que foi presidida por D. Maurílio Jorge Quintal de Gouveia, arcebispo emérito de Évora, e concelebrada pelo cónego Francisco José Senra Coelho e pelo padre Ricardo Lameira, os príncipes d’Orléans, Isabelle e os seus padrinhos posaram para os fotógrafos presentes. Para  esta ocasião solene, Isabelle usou o mesmo vestido que a mãe e a tia materna, Alexandra de Cadaval, usaram nos respetivos batizados. “Foi um dia muito emotivo, uma ocasião única para reunir a família e os amigos mais íntimos. E ainda foi mais especial porque a Isabelle participou em tudo com muita alegria!”, concluiu a duquesa de Cadaval, que estava feliz por poder realizar o batismo da filha na igreja que pertence ao Palácio Cadaval: “Que se saiba, este é o primeiro batizado de uma criança Cadaval nesta igreja. Para mim e para a minha mãe foi muito especial – e a igreja é linda e acolhedora! Com o Coral de Évora e a preciosa colaboração do senhor arcebispo emérito de Évora, do padre Senra Coelho e do padre Ricardo Lameira, realizámos uma cerimónia inesquecível e vivemos uma hora e meia mágica.”
Depois da cerimónia religiosa, os cerca de 30 convidados desfrutaram de um almoço servido no Palácio Cadaval.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras