Nas Bancas

D. Isabel e D. Duarte de Bragança

D. Isabel e D. Duarte de Bragança

João Lima

Duques de Bragança: Visita à cidade de Évora com os filhos

D. Isabel de Bragança passeou com os filhos, Francisca, Dinis e Afonso, pelo centro histórico de Évora e aproveitou também para visitar o Museu de Évora.

Andreia Guerreiro
20 de julho de 2009, 14:37

Como representantes da Casa Real Portuguesa, é natural que D. Duarte e D. Isabel de Bragança sintam particular orgulho em falar sobre a História do nosso país. Assim, e aproveitando a realização da XII Tourada Real, os duques de Bragança foram com os três filhos, Afonso, de 13 anos, Francisca, de 12, e Dinis, de nove, até à histórica cidade de Évora.

Apesar dos compromissos já agendados não permitirem à família ficar mais do que dois dias, os duques fizeram questão de passear com os filhos pela cidade, como partilhou com a CARAS D. Isabel, durante a inauguração da exposição de Maria Sobral Mendonça - Arte & Toiros - que decorreu no Hotel M'Ar de Ar Aqueduto: "É sempre um prazer voltar a Évora, que é um local muito bonito e bem preservado. Hoje andámos a passear e gosto de ver a harmonia e a beleza desta cidade. Também fomos ao Museu de Évora e fiquei muito impressionada com todo o trabalho que fizeram. Sempre que podemos, aproveitamos para conhecer melhor o País e para estar com as pessoas."

Para além de todos os elementos históricos que tornam esta cidade alentejana emblemática, D. Duarte tem um outro elemento, talvez mais afectivo, que o liga a Évora. Há pouco mais de um ano, acompanhou a duquesa Diana de Cadaval até ao altar da Sé Catedral de Évora, no dia do seu casamento com o príncipe Charles-Philippe d'Orléans. Por isso, foi com natural apreço que o pretendente ao trono português falou desta cidade, que tem várias características que a distinguem das demais: "Évora está a tornar-se um centro cultural muito interessante e dá o exemplo a Portugal de como se pode ter uma cidade com progresso e que mantém a sua arquitectura e beleza. A área dentro das muralhas está muito bem preservada. E a população tem muito amor à beleza da sua cidade. É um óptimo destino para um programa em família."

E não foi apenas um programa para o núcleo familiar mais restrito. A acompanhar os duques de Bragança estavam os seus primos Joseph e Margareta de Habsburgo e os seus filhos destes, Johanna, Frederic, Joseph, Matias, Paulo e Elisabeth.

D. Isabel e D. Duarte de Bragança
D. Isabel e D. Duarte de Bragança
João Lima
À semelhança de muitos aristocratas europeus, Joseph de Habsburgo é um apaixonado por Portugal e todos os anos vem ao nosso país passar férias, aproveitando para estar com alguns familiares, como é o caso de D. Duarte e D. Isabel de Bragança. Apesar de já conhecer Évora, Joseph avançou que é sempre um prazer voltar a um local com tanta História para contar:
"É uma cidade muito bonita e muito famosa. Somos alemães, mas falamos muito de Portugal. E tanto eu como os meus filhos adoramos cá vir passar férias. Gosto muito da vida, do ritmo do dia-a-dia e das pessoas deste país. E tem coisas muito bonitas, como toda a costa litoral e as corridas de touros."


Para além da beleza e da História do País, Joseph confessou que muitas das suas memórias familiares foram construídas em Portugal. Tal como aconteceu com vários nobres durante o período da II Grande Guerra, alguns antepassados do primo de D. Duarte encontraram refúgio em terras lusas:
"Durante a Guerra, alguns membros da minha família deixaram os seus países e vieram para cá. Foi o caso do rei de Itália, de Simeão da Bulgária e do rei Juan Carlos, que são meus primos. E penso que posso afirmar que todos foram felizes em Portugal."

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras