Nas Bancas

Príncipe Haakon desculpa-se publicamente por “irregularidades financeiras”

Num comunicado publicado na página oficial da Casa Real da Noruega na internet.

CARAS
11 de outubro de 2016, 17:55

As contas do príncipe Haakon da Noruega estão ser investigadas e foram descobertas “irregularidades financeiras”, que o herdeiro do trono assume e pelas quais pede desculpas. Em causa está o aluguer ilegal de cinco casas durante vários anos, uma infração tornada pública pelo jornal norueguês Dagbladet. “Não devia tê-lo feito e assumo a responsabilidade. Em junho de 2016 começámos a resolver as burocracias relativas a este assunto e a pedir as licenças que serão entregues na câmara municipal assim que possível”, afirma o futuro rei, apresentando um pedido de desculpas público a todos os noruegueses que lhe exigem um comportamento exemplar e transparente.
As casas de que se fala encontram-se dentro do recinto do palácio de Skaugum, a residência oficial dos príncipes Haakon e Mette-Marit. A propriedade foi-lhes cedida pelo rei Harald quando se casaram, em 2001. Seis anos depois, e apesar de continuar a viver no edifício principal, o casal começou a remodelar e alugar as outras habitações incluídas no terreno, sem pedir qualquer licença para obras, o que por si só já é uma infração. Depois, as casas passaram a ser alugadas e só no ano passado terão rendido aos príncipes herdeiros mais de 155 mil euros.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras