Nas Bancas

Príncipe Haakon responde às críticas às férias de luxo

Os príncipes noruegueses desfrutaram de férias de sonho a bordo de um iate de luxo, o que lhes valeu críticas de ambivalência moral, já que habitualmente defendem causas associadas aos mais desfavorecidos.

CARAS
9 de setembro de 2015, 12:27

As férias de verão dos príncipes Haakon e Mette-Marit da Noruega foram muito comentadas na imprensa e as críticas foram maioritariamente negativas. O casal desfrutou de umas férias em família no mar Mediterrâneo, a bordo do iate Mia Elise, uma embarcação cujo aluguer custa 225 euros por semana. Agora, o herdeiro do trono norueguês resolveu comentar o assunto. “Eu vi que esse tema suscitou muito interesse. Foi um convite que recebemos de uns amigos. Visitámo-los durante uns dias. Houve muita especulação à volta disso. Mas é tão simples quanto isto. Para nós foi bom, a menos que alguém veja algo de errado no facto de termos estado num barco. Eu não vejo. E foi bom reencontrar o nosso amigo”, esclareceu Haakon da Noruega sem adiantar, no entanto, o nome do amigo.
De referir que também a chefe do gabinete de comunicação da Casa Real já tinha esclarecido o assunto. “Não comentamos atividades privadas. Os príncipes não alugaram nenhum barco durante o verão”, afirmou sem mais pormenores. A resposta pouco esclarecedora permitiu que os príncipes fossem acusados de ter ‘duas caras’, uma vez que publicamente sempre se mostraram defensores dos mais pobres e desprotegidos e contra o despesismo.
A princesa Mette-Marit, por sua vez, foi ainda mais parca em palavras. “Estávamos a visitar [amigos]. Não há qualquer drama nisso”, afirmou durante uma sessão de leitura numa escola de Oslo.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras