Nas Bancas

Princesa Stephanie afirma: "O circo sem animais é como uma ópera em playback"

A irmã do príncipe Alberto presidiu à 43.ª edição do Circo de Monte Carlo.

CARAS
16 de janeiro de 2019, 13:20

Stephanie do Mónaco presidiu à 43.ª edição do Circo de Monte Carlo e teve de tomar uma importante decisão: a irmã do príncipe Alberto optou por manter os animais presentes no espetáculo apesar de todas as críticas e garante não estar disposta a mudar de opinião, declarações dadas à imprensa internacional.

A equipa que permite que a magia do circo aconteça todos os anos tem trabalhado arduamente nos ensaios. Cerca de 150 artistas trabalham diariamente e até 27 de janeiro para manter a tradição daquele principado, que distingue anualmente os melhores e mais destacados profissionais com a categoria de Palhaço de Ouro em ouro, prato e bronze.

Sob a direção de Gia Eradze, haverá na edição deste ano algumas criações originais. Contudo, e numa época em que é amplamente questionada a presença de animais nas artes circenses, Stephanie reitera: "O circo sem animais é como uma ópera em playback."

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras