Nas Bancas

Família Grimaldi cumpre tradição e vai ao circo

A 42ª edição do Festival Internacional de Circo de Montecarlo ficou marcada, como já é habitual, pela presença de alguns membros da família Grimaldi. O príncipe Alberto fez-se acompanhar da irmã, Stéphanie, e dos sobrinhos, Pauline e Louis.

CARAS
22 de janeiro de 2018, 13:03

Este ano, a 42ª edição do Festival Internacional de Circo de Montecarlo marcou uma data particularmente especial: a comemoração dos 250 anos do circo moderno.

O príncipe Alberto e a princesa Stéphanie revelaram a placa de homenagem a Philip Ashtley, o homem que, há mais de duas centenas de anos, inventou um espetáculo que dura até aos dias de hoje. Ashtley nasceu em Inglaterra e foi lá que pôs em prática o show circense. Estabeleceu um diâmetro de 13,5 metros nas pistas e é essa medida que, ainda hoje, se usa como padrão.

A ida ao circo é uma tradição bastante enraizada na família real do Mónaco. Stéphanie, em particular, tem uma relação muito próxima com o espetáculo, devido à influência do pai, Rainier, que fundou o festival. Desde a sua morte, em 2005, é a princesa quem o dirige.

Stéphanie chegou a ter um romance com um domador de elefantes, Franco Knie, em 2002. Durante a relação, acompanhou o circo em que ele trabalhava e viajou por toda a Europa. Porém, no ano seguinte, apaixonou-se pelo acrobata português Adans López Peres, e foi com ele que, durante um ano, partilhou alianças.

Charlene, esposa de Alberto, não esteve presente no evento. A filha de Stéphanie, Pauline, também não passou despercebida. Optou por um look prateado, com um top de renda preto e lábios vermelhos. O irmão, Louis, fez-se acompanhar por Marie Chevallier, a namorada de longa data.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras