Nas Bancas

Pierre Casiraghi e Beatrice Borromeo

Pierre Casiraghi e Beatrice Borromeo

Reuters

Tudo a postos para o casamento de Pierre Casiraghi e Beatrice Borromeo

A cerimónia civil realiza-se no próximo sábado, 25 de julho, no Mónaco.

CARAS
23 de julho de 2015, 12:37

Faltam apenas dois dias para o casamento de sonho de Pierre Casiraghi e Beatrice Borromeo e, no Mónaco, já se ultimam os preparativos para o grande dia. De acordo com o príncipe Alberto do Mónaco, que tratou de todos os detalhes pessoalmente, o enlace será bastante original, informal e terá tradição monegasca.
A cerimónia decorrerá no sábado, 25 de julho, pelas 12 horas, num dos salões do Palácio Real de Monte Carlo. "Vai ser uma festa de verão no jardim, como é vontade de Pierre e Beatrice. Haverá um almoço volante e bebidas. Os convidados terão lugares para se sentarem, mas será uma coisa muito informal", explicou o príncipe durante uma entrevista.
Após o enlace, decorrerá um 'piquenique', que no Mónaco se designa Cavagnëtu, uma celebração popular que se organiza no principado, em setembro, para assinalar o fim das férias de verão. "É equivalente a um piquenique ou um dia no campo, mas não haverá sandes, hambúrgueres ou cachorros quentes. Quer dizer, cachorros quentes talvez", disse, entre gargalhadas. "Será uma festa descontraída e eu farei um discurso. Vou tentar ser breve para não aborrecer toda a gente, o que será difícil pois eu adoro o Pierre e a Beatrice", contou.
Para os 700 convidados do casamento, os noivos puseram à disposição três opções de presentes de casamento. Na loja Czarina, de antiguidades, joias e objetos para o lar, Pierre e Beatrice criaram uma lista com as peças que precisam e na livraria Taschen, em Milão, deixaram também um rol de sugestões de leitura.
Além destas duas opções, o casal disponibilizou ainda o número da conta da Fundação Amade para que os convidados possam fazer um donativo à organização criada pela princesa Grace, em 1963, de forma a ajudar um projeto de assistência de crianças na Sicília.
Recorde-se que, uma semana depois do casamento civil, realiza-se a cerimónia religiosa em Isola Bella, uma das ilhas do arquipélago Borromeo, propriedade da família da noiva, em pleno Lago Maggiore, Itália.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras