Nas Bancas

GettyImages-691887946.jpg

Mark Cuthbert

Rei Abdullah da Jordânia apoia a irmã, a princesa Haya

A princesa está a atravessar um complicado processo de divórcio.

CARAS
11 de outubro de 2019, 08:54

Há cerca de um mês foi levantada a suspeita de que o rei Abdullah da Jordânia se tinha finalmente posicionado no que respeita ao tumultuoso processo de divórcio entre a sua irmã, Haya, e o emir do Dubai, Mohamed bin Rashid Al Maktum, mas só agora se pôde ter a certeza.

Já é oficial: o marido da rainha Rania nomeou a irmã diplomata da Jordânia no Reino Unido. De acordo com informações avançadas pela agência Arabian Royal, com esta nomeação o monarca pretende proteger a irmã e impedir que ela tenha que retornar ao Dubai, uma vez que, ao fugir do marido, a princesa se refugiou em Londres com os seus dois filhos menores, Jalila, de onze anos, e Zayed, de sete, e foi na capital britânica que manifestou a sua intenção de se divorciar, dando início ao processo.

Durante os primeiros meses, o rei Abdullah manteve-se à margem do conflito, a fim de evitar uma crise diplomática entre os dois países. No entanto, como Haya temia pela própria vida e pela dos filhos e o pedido de asilo que fez foi negado, o rei ofereceu-lhe trabalho como diplomata, uma decisão que já terá sido tomada há cerca de um mês, mas que só agora se tornou oficial.

De recordar que a princesa, de 45 anos, e o emir, de 70, estão casados desde 2004.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras