Nas Bancas

Harry destroçado com a morte de uma amiga improvável

Daphne Dunne encontrou-se por três vezes com Harry na Austrália e morreu aos 99 anos.

CARAS
2 de abril de 2019, 10:35

Harry conheceu Daphne Dunne numa viagem oficial à Austrália em 2015, quando as medalhas que a mulher de 95 anos tinha ao peito lhe despertaram a atenção. Eram condecorações dadas ao marido que já tinha morrido e entre elas estava a Cruz de Victória, a mais relevante condecoração dada a um militar da Commonwealth. O marido de Dunne recebeu esta importante distinção depois de morrer pelos atos de bravura durante a II Guerra Mundial.

Daphne Dunne morreu nesta semana, segundo a imprensa australiana, uns dias depois de ter chegado aos 99 anos e Harry deverá estar destroçado com a notícia, uma vez que os encontros com a viuva repetiram-se, tendo mesmo o filho de Carlos apresentado Meghan à mulher.

"Oh meu Deus, esta é a senhora Daphne? Estou tão feliz em finalmente poder conhecê-la. Ouvi falar muito sobre si", disse Meghan prometendo que da próxima vez que estivessem juntos, a Dunne ficaria a conhecer o bebé real, o que já não acontecerá.

Depois do primeiro encontro em Sidney e antes do terceiro, onde apresentou a Meghan a Daphne Dunne, Harry encontrou-se uma segunda vez com a viuva. "Ele é verdadeiramente um jovem amável, caloroso e genuíno. Importa-se verdadeiramente com os soldados e com as mulheres deles. Acho que o príncipe Harry está a fazer um trabalho fantástico ao apoiar-nos", disse na época a mulher que já era uma conhecida do irmão mais novo de William.

Veja também: Meghan e Harry: apaixonados e felizes em noite de prémios

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras