Nas Bancas

Diana de Gales e Carlos Inglaterra

Diana de Gales e Carlos Inglaterra

Getty Images

Foi assim que Carlos reagiu à morte da princesa Diana

O casal teve dois filhos, William e Harry.

CARAS
30 de março de 2019, 10:40

Em 1997, um ano após o divórcio de Carlos e Diana, a princesa morreu num trágico acidente de carro, em Paris. Quando foi confirmada a morte, na madrugada de 31 de agosto, o pai de William e Harry foi notificado. Três documentários, um de 2015, e dois de 2017, revelam o modo como o príncipe reagiu à dramática notícia.

Em The Madness of Prince Charles, produção de 2015, o narrador afirma que, quando Carlos se dirigiu a Paris para poder trazer de volta a Inglaterra o corpo da ex-companheira, "pareceu manter a compostura". Fiona Harold, coach, por sua vez, disse "A cara dele carrega uma tristeza profunda. Ele mostra-se abatido, quase como se tal estivesse gravado no seu rosto. Conseguem ver-se os anos de turbulência e tristeza".

No documentário Diana: 7 Days That Shook The Windsors, de 2017, a autora real Tina Brown descreveu também como a morte da princesa afetou Carlos. "A notícia atingiu-o muito. Ele estava preocupado com a reação do público, bem como com o impacto que a tragédia teria nos filhos, William e Harry. Ele estava absolutamente perturbado. Desmoronou. Sabia, instantaneamente, que aquilo seria algo terrível, que ele seria culpado, que a família real seria culpada pela morte de Diana".

No documentário da BBC, de 2017, Diana, 7 days, Harry disse como se sentiu pelo facto de ter sido o pai a dar-lhe, e ao irmão, a notícia. "Não sei como se lida com isso. Uma das coisas mais difíceis que um pai pode ter de fazer é dizer aos filhos que o outro progenitor morreu", afirmou.

De acordo com Julia Cleverton, que trabalhou mais de 30 anos para o príncipe, outra das suas grandes preocupações era Camilla. Em entrevista ao MailOnline, em 2017, esta afirmou "Aquele deve ter sido um período aterrador para ela, e creio que lidou com isso de forma corajosa, decente e humilde. Mas ele estava em agonia com a situação. Estava mesmo".

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras