Nas Bancas

O momento histórico em que Carlos e Camilla aterraram em Havana

Uma viagem importante nas relações entre o Reino Unido e Cuba.

CARAS
24 de março de 2019, 22:52

Neste domingo, 24 de março, Carlos e Camilla protagonizaram um momento histórico ao tornarem-se os primeiros membros da família real britânica a fazerem uma visita de Estado a Cuba.

O casal foi recebido com pompa e circunstância no Aeroporto Internacional Jose Marti em Havana, onde aterraram às cinco da tarde (hora local) de domingo, 24 de março. Os compromissos começaram logo ali com uma cerimónia de colocação de coroas de flores num monumento dedicado ao herói nacional, ensaísta e poeta cujo nome batiza aquele aeródromo.

Na segunda-feira, 25 de março, o príncipe de Gales e a mulher vão fazer uma visita guiada à cidade antiga de Havana com o historiador oficial Eusebio Leal. Seguem-se uma deslocação até um centro comunitário e uma reunião com jovens empreendedores cubanos, e o dia termina com um jantar oficial oferecido pelo presidente Miguel Díaz-Canel.

Carlos e Camilla também vão explorar Havana na terça-feira, dia 26, começando por conhecer donos de carros clássicos britânicos e, de seguida, um estúdio discográfico. Depois, vão visitar um dos principais estúdios de dança daquele país, e o príncipe terá a oportunidade de sair da capital para aprender mais sobre as energias renováveis e a agricultura orgânica em Cuba. Mais tarde, serão os convidados de honra numa receção oferecida pelo embaixador britânico.

O primeiro na linha de sucessão ao trono britânico e a duquesa da Cornualha partem na quarta-feira, dia 27, depois de visitarem a costa sul de Cuba, onde vão adquirir conhecimentos sobre a fauna e flora locais. Nesse dia, também terão compromissos a solo: Carlos vai participar numa mesa-redonda sobre conservação ambiental, uma causa que lhe é próxima, enquanto Camilla fará uma visita a um centro equestre e, posteriormente, integrará um painel de discussão sobre o trabalho que tem sido feito para ajudar as vítimas de violência doméstica.

De recordar que esta viagem formal acontece a pedido do governo britânico com o objetivo de fortalecer e realçar os laços diplomáticos, políticos, económicos e culturais naquela nação. O próximo destino de Carlos e Camilla nesta visita oficial de 12 dias às Caraíbas, com visitas marcadas a 10 ilhas e 50 compromissos agendados, são as Ilhas Caimão.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras