Nas Bancas

O motivo pelo qual Letízia se atrasou para o encontro com o príncipe Carlos

A pontualidade é uma das características mais apreciadas no Reino Unido.

CARAS
14 de março de 2019, 15:31

Decorreu esta quarta-feira, 13 de março, na National Gallery, em Londres, a inauguração da exposição Sorolla, maestro espanhol da luz, uma mostra que recorda a vida do pintor impressionista Joaquín Sorrola, motivo mais do que suficiente para que a rainha Letízia se deslocasse até lá para ali ver de perto a obra na companhia de um anfitrião muito especial: o príncipe Carlos.

Contudo, não é por motivos artísticos que este encontro tem sido notícia, mas porque a mulher de Felipe VI se terá atrasado para lá da hora combinada. O episódio não passou despercebido dos jornais ingleses, já que a pontualidade é uma característica amplamente apreciada no Reino Unido.

Um dia depois são conhecidos os motivos que levaram à espera de Carlos, que acabou por fazer tempo na companhia de outros convidados. Pontual, o príncipe de Gales 10 minutos da hora combinada (20h30). Decidiu não esperar à porta, mas no interior do espaço. A rainha Letízia atrasou-se 15 minutos, em primeiro lugar, devido ao trânsito que se fazia sentir e também pela necessidade de trocar de roupa.

Entre a antecipação de Carlos e o atraso de Letízia passaram 25 minutos, dando a impressão de que a demora da mulher de Felipe VI foi superior à real. Sem atribuir importância ao sucedido, Carlos encontrou-se com a rainha, cumprimentando-a e juntos observaram as 60 obras da exposição. Há quase dois anos que Letízia não fazia uma visita oficial a Londres, mantendo-se apesar disso uma boa relação entre os dois países.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras