Nas Bancas

Amiga próxima de Meghan conta o que os convidados fizeram no 'baby shower'

E o motivo porque a duquesa optou por não abrir nenhuma das prendas.

CARAS
22 de fevereiro de 2019, 11:59

Meghan regressou a Londres, mas com bastante mais bagagem do que aquela com que chegou a Nova Iorque. Esta quinta-feira, dia 21, a duquesa de Sussex voltou a Inglaterra depois de uma estada de seis dias na cidade da costa leste. Momentos antes da sua saída, os funcionários do hotel onde ficara alojada foram vistos a transportar os presentes do ‘baby shower’- guardados em embalagens de plástico - ' para dentro de uma carinha. Depois, a mulher de Harry foi vista a sair do hotel e a entrar num Land Rover, sentando-se no lugar ao lado do condutor, antes de embarcar num avião de volta ao Reino Unido, neste caso um jato privado, que saiu do aeroporto de Farnborough.

A celebração teve lugar quarta-feira, dia 20, na penthouse do sofisticado hotel The Mark e, entre os convidados estiveram Amal Clooney, Serena Williams e Jessica Mulroney.

Quem revelou um pouco do que se passou no baby shower foi a amiga Gayle King, uma das ‘escolhidas’ para estar no evento, questionada na manhã seguinte pelos outros comentadores do programa de televisão CBS This Morning. Gayle revelou que os amigos fizeram arranjos florais que depois foram oferecidos a instituições sociais.

“Espero que ela não se zangue comigo por partilhar isto porque nunca vi nada assim num chá de bebé. Fizemos decorações com flores. Estava lá alguém que nos explicou como fazer arranjos florais. Todas nós fizemos um vaso individual. A pedido da Meghan, tivemos lá esta empresa [Repita Rosas] e os vasos são todos doados para instituições de caridade diferentes. Acho que foi algo amoroso”, contou, acrescentando sobre a amiga: “Isto apenas revela quem ela é. Ela é gentil e muito generosa. E uma pessoa muito, muito doce.”

Repita Rosas é uma empresa que cobra uma taxa para organizar este tipo de eventos e depois doa as flores para os pacientes em hospícios, centros de tratamento do cancro, instalações de saúde mental, abuso doméstico e abrigos para os sem-abrigos. Os preços começam nos 1600 euros por este tipo de ações.

Meghan também optou por não ficar logo a conhecer o que tinha recebido para o bebé: "Ela não abriu nenhum dos presentes porque queria fazê-lo quando voltasse para Londres, quando estivesse com Harry", explicou King.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras