Nas Bancas

GettyImages-1060029976.jpg

CHRIS JACKSON

Descoberta ligação de familiar de Meghan à família real

A tataravó da duquesa trabalhou enquanto cozinheira do castelo de Windsor.

CARAS
30 de novembro de 2018, 14:08

Em 2015, Meghan realizou uma viagem a Malta, afirmando que a aventura a fez ficar a conhecer um pouco mais acerca das suas raízes, e garantindo, numa entrevista, ter sentido que se integrava naquela cultura. Agora, a recordação desta viagem fez com que ressurgissem algumas revelações relativas à ligação da tataravó da duquesa, Mary Bird, à família real.

O nome "M. Bird" pode ser encontrado em alguns arquivos de trabalhadores da Casa Real, neste caso, do castelo de Windsor, com data de 1856, coincidindo com a época em que Mary, ainda adolescente, se encontrava em Inglaterra, antes de casar.

A jovem acabou por dar o nó com Thomas Bird, que servia o exército, e mudaram-se para Malta, onde viveram durante 20 anos, algo que parece explicar a admiração de Meghan pelo local. Os dois tiveram dois filhos na ilha, incluindo a trisavó da duquesa, também chamada Mary, e, após a morte de Thomas, seguiram-se algumas viagens, que terminaram com a família optar por viver em New Hampshire.

Mary parece estar associada ao lado da família do controverso pai de Meghan, Thomas Markle.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras