Nas Bancas

Charles.jpg

Getty Images

O motivo pelo qual Carlos se afeiçoou tão depressa a Meghan

O príncipe sente que a mulher do filho lida com problemas similares aos que ele sofreu no passado.

CARAS
5 de novembro de 2018, 12:17

De acordo com o que uma fonte próxima da família real avançou ao jornal Mail, o príncipe Carlos aprecia bastante Meghan e acredita que o seu passado como atriz a vai ajudar-se a defender-se da exposição pública e de algumas notícias menos abonatórias que são divulgadas pelos media, nomeadamente tendo como fontes o pai, Thomas Markle, e a meia-irmã, Samantha.

Como alguém que teve de lidar no seu passado com diversos escândalos associados ao seu casamento com Diana, Carlos sabe que a situação "deve ser muito difícil para Meghan". Outra fonte acrescentou: "Indiferentemente do que eles sentem por dentro, têm uma face pública forte". Por isso mesmo, o herdeiro da coroa foi rápido a afeiçoar-se à duquesa de Sussex, por quem tem também uma profunda admiração.

Recordamos que, depois de ter sido descoberto que o pai da ex-atriz tinha feito um acordo com os paparazzi para lucrar com a venda de fotografias, e não acabar por não ir ao casamento da filha, foi a vez do príncipe 'ajudar' a noiva, acompanhando-a ao altar, quando esta disse o ‘sim’ a Harry, a 19 de maio, em Windsor.

Durante os meses seguintes, a duquesa continuou a lidar com os problemas levantados pela família. Thomas Markle desdobrou-se em entrevistas, nas quais revelou detalhes de conversas privadas que teve com o príncipe Harry. Já a meia-irmã de Meghan, Samantha, criticou-a publicamente por não convidar a família para o casamento, enquanto o meio-irmão Thomas Markle Jr escreveu uma carta aberta ao príncipe Harry, afirmando que aquele era "o maior erro na história do casamento real".

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras