Nas Bancas

Meghan e Harry continuam a 'quebrar' o protocolo em público

Os duques de Sussex não prescindem de dar as mãos.

CARAS
7 de setembro de 2018, 10:11

Na gala dos 100 Days to Peace, que marcou o centenário do fim da Primeira Guerra Mundial e que teve como palco o Central Hall Westminster, em Londres, esta quinta-feira, dia 6, os duques de Sussex foram novamente protagonistas da noite. O beneficência tinha como objetivo angariar fundos para três instituições de caridade que trabalham para apoiar militares veteranos que enfrentam problemas de saúde mental.

Mais uma vez, os gestos de cumplicidade foram uma constante. Meghan e Harry andaram sempre de mãos dadas e Harry mostrou-se um perfeito cavalheiro, ajudando-a a sair do automóvel e segurando-lhe a porta à entrada do Central Hall.

As mãos dadas estão a tornar-se uma assinatura dos duques de Sussex que dão provas de, neste caso em particular, não respeitarem o rígido protocolo da família real de Inglaterra, que não permite que os casais tenham demonstrações públicas de afecto (recordamos como Kate e William se mostram sempre contidos quando têm compromissos conjuntos).

Naquele que foi o segundo compromisso da semana, Meghan não deixou os méritos em mão alheias e brilhou num vestido azul com assinatura Jason Wu.

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras