Nas Bancas

O 'efeito Meghan': quase tudo o que usa esgota nas lojas

A duquesa é tida como um exemplo de moda a seguir.

CARAS
24 de julho de 2018, 11:55

Tal como sucede com a cunhada, Kate, o membro mais recente da família real britânica, Meghan, tem a capacidade de fazer esgotar produtos nas lojas. Tendo-se tornado, desde que o seu nome foi associado ao do príncipe Harry, uma referência no campo da moda, o efeito que tem nas marcas que usa em público é avassalador: em poucas horas, um determinado modelo pode esgotar o stock quer nas lojas como no site.

A Aritzia é uma marca canadiana que divulgou, em julho, que as vendas cresceram 10,9%, o que se deve, em parte, ao facto da duquesa de Sussex usar a marca, com a qual terá tido contacto durante os sete anos que filmou a série Suits em Toronto.

"Segundo todos os relatos, Meghan continua a ser uma grande fã da Aritzia", disse o CEO e fundador Brian Hill a investidores durante uma teleconferência este mês. Hill contou que, depois da duquesa, na altura ainda noiva de Harry, ter sido fotografado com um dos casacos da empresa durante os Invictus Games, este modelo se esgotou em apenas seis horas. O mesmo sucedeu depois com o vestido, da mesma marca.

Outra marca que sofreu o mesmo efeito foi a Line The Label, pois o casaco branco de 700 euros que usou quando foi anunciado o noivado com Harry esgotou rapidamente, bem como o vestido P.A.R.O.S.H. e os sapatos Aquazzura.

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras