Nas Bancas

Doria Ragland, a mãe de Meghan Markle não passa despercebida

Saiba mais sobre a única pessoa que representou a família de Meghan, a atual Duquesa de Sussex.

CARAS
22 de maio de 2018, 11:54

No passado sábado, dia 19 de Maio, Meghan Markle casou-se com o príncipe Harry naquele que é considerado por muitos como o casamento do ano. Ao longo do dia, quem não passou despercebida foi a mãe da noiva, Doria Ragland, que acompanhou a sua filha até à capela St. George.

Doria Ragland tem 61 anos é assistente social e instrutora de yoga em Los Angeles. Divorciada de Thomas Markle - o pai de Meghan - desde que a sua filha tinha apenas seis anos, nunca mais se casou e criou-a praticamente sozinha, daí a ligação muito próxima que a ex-atriz refere várias vezes.

“Dreadlocks. Piercing no nariz. Instrutora de yoga. Assistente social. Espírito livre. Se começar a tocar a música ‘Call Me’, esqueçam. Ela vai começar a mexer os seus quadris da forma mais adorável que já viram, balançando a cabeça e estalando os dedos ao som da batida como se dançasse desde sempre. E vais sorrirr. Não há como não sorrir. Vais olhar para ela e sentir-te alegre. Estou a falar da minha mãe”, escreveu Meghan no seu extinto blogue, The Tig.

Ainda antes da ceri mónia, Doria Ragland, tomou chá com a rainha Isabel II. Chegou ao casamento de carro juntamente com a sua filha, usando um vestido verde da marca norte-americana Oscar de la Renta. Durante a cerimónia esteve sempre muito emocionada na linha da frente, e sozinha pois era a única familiar de Meghan presente.

Doria Ragland é afro-descendente, o que levou muitas pessoas a questionarem se realmente seria a mãe biológica de Meghan, assim como a diversas situações de racismo. “Os meus pais conheceram -se no final dos anos 70. Gosto de pensar que ele foi atraído pelos seus olhos doces e cabelo afro, e também pelo interesse dos dois por antiguidades. Qualquer que tenha sido o motivo, eles casaram-se e eu nasci” referiu a atual Duquesa de Sussex numa entrevista para a revista ELLE norte-americana, onde também disse que muitas vezes tratavam a sua mãe como se esta fosse na verdade uma ama: “A minha mãe, com a sua pele caramelo e com o seu bebé de pele clara, era questionada sobre onde estaria a minha mãe verdadeira, porque todos assumiram que ela seria a minha ama”.

Já não é a primeira vez que a mãe de Meghan é destaque. Em setembro, por exemplo, esteve presente na cerimónia de encerramento dos Jogos Invictus em Toronto juntamente com a sua filha e o príncipe Harry. O filho do príncipe Carlos, na primeira entrevista após o anúncio do noivado, revelou já conhecer a mãe da sua atual mulher e que nutria uma grande admiração por ela.

A mãe da atual duquesa de Sussex encontra-se em Inglaterra junto da filha, que já tentou com que Doria não voltasse para os Estados Unidos, mas ao que parece sem sucesso. Entrevistados pela People, alguns vizinhos da mãe de Meghan Markle afirmam “Ela [Doria] não quer ouvir falar sobre isso. Gosta do seu bairro e não quer ir embora daqui, pelo menos por agora”, disseram, revelando também que Doria é “muito gentil e agradável, sempre de sorriso no rosto” e que, no que toca à sua paixão pelo yoga, “leva a sua prática muito a sério” pois aparece frequentemente a passear com o seu tapete debaixo do braço. “Isso e com os seus cães” afirmaram os vizinhos.

A realeza inspira pessoas pelos quatro cantos do mundo, sendo que o casamento entre o príncipe Harry e alguém com descendência diferente pode não acabar com séculos de desconexão vindos dos tempos das colónias inglesas, mas podem ajudar a fomentar o “espírito livre” que Meghan e a sua mãe Doria transparecem.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras