Nas Bancas

Porque é que ninguém apanhou o bouquet de Meghan Markle?

Uma pista: o motivo é louvável.

CARAS
21 de maio de 2018, 16:50

Apesar de o momento em que a noiva atira o bouquet de flores ser um dos mais aguardados em qualquer casamento, Meghan Markle não seguiu esta tradição.

Em vez disso, decidiu, como fazem várias noivas reais e enviá-lo para o túmulo do Soldado Desconhecido, na Abadia de Westminster. A tradição começou com a rainha-mãe, Isabel, em 1923, quando se casou com George VI. O seu intuito era o de homenagear o irmão que havia morrido durante a Primeira Guerra Mundial. Em Westminster, mantém-se o túmulo que homenageia aqueles que perderam as vidas desde o conflito, e é para lá que são enviadas as flores.

Tal como Meghan, também Isabel II, a princesa Diana e Kate deram o mesmo destino aos seus bouquets de noiva. Recorde-se que o da noiva de Harry complementava, na perfeição, o vestido que usava, e esta fez questão de escolher flores com algum significado, como aquelas que a mãe do atual marido mais gostava: miosótis. Além disso, o príncipe colheu também algumas flores do jardim privado, no palácio de Kensington, que depois deu à florista, Philippa Craddock, para acrescentar ao ramo de Meghan.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras