Nas Bancas

Harry e Meghan

Harry e Meghan

Getty Images

Os 10 números impressionantes do casamento real

Do copo d'água do príncipe Harry e Meghan Markle até ao valor das flores que vão embelezar a cerimónia que acontece este sábado, dia 19, na capela St. George, em Windsor.

CARAS
19 de maio de 2018, 10:14

O casamento real entre o príncipe Harry e Meghan Markle está marcado para este sábado, dia 19 de maio, na capela St. George, em Windsor. Nos últimos dias, muito se tem falado de como será a enlace do ano, mas são alguns números que impressionam pela sua grandeza.

CONVITES
600. É este o número de convites que foram enviados pelo futuro casal real britânico a familiares a amigos que terão o privilégio de assistir à cerimónia dentro da capela de St. George. Depois do casamento, o príncipe Carlos irá conceder uma segunda recepção a cerca de 200 convidados, num evento mais exclusivo que terá lugar na casa de campo, Frogmore House, situada a cerca de 500 metros do local da cerimónia.

EMPREGADOS
Para que nada falhe durante a cerimónia irão juntar-se aos 500 funcionários do Castelo de Windsor, outros 1000 empregados extra que irão assegurar o serviço na recepção de todos os convidados.

BEBIDA
Num dia que se espera de sol e temperaturas amenas a rondar os 21º graus serão servidos cerca de 17 mil copos de champanhe e vinho, que serão assegurados por 1700 garrafas da primeira bebida e 650 garrafas da segunda. Ao tudo tal custará cerca de 220 mil euros.

FLORES
Para decorar a capela de St. George, assim como o seu salão, foram escolhidas rosas brancas, peónias e dedaleiras, mais conhecidas por “campainhas”. Os arranjos florais que irão decorar ambos os espaços, totalizam um valor a rondar os 126 mil euros.

SEGURANÇA
Tal como seria de prever, a segurança será mais que reforçada, o nível de alerta máximo foi ativado pelas autoridades. Segundo o Daily Mail, foram destacados 5 mil polícias para formar um “anel de aço” só em torno da zona do Castelo de Windsor, onde se irá realizar a cerimónia. Toda a operação policial e de segurança custou aos cofres da família real britânica cerca de 34 milhões de euros.

AUDIÊNCIA
Segundo dados da imprensa britânica, cerca de dois mil milhões de pessoas irão acompanhar a cerimónia em todo o mundo, sendo que 72 milhões o farão por um livestream disponibilizado pelo YouTube.
A cerimónia será transmitida em direto por 79 canais televisivos diferentes que levarão o casamento real aos quatro cantos do mundo, sendo que 5 mil é o número de jornalistas que receberam acreditação.

ESTADIA
Cerca de 30 mil pessoas esgotaram por completo os alojamentos disponíveis na região de Windsor para a noite que antecede o casamento real. Segundo a imprensa inglesa, algumas unidades hoteleiras que possuem quartos com vista para a capela de St. George - onde se realiza a cerimónia - atingiram valores perto dos 12 mil euros por apenas uma noite.

RECEITAS
De acordo com a consultora Brand Finance, o casamento entre Harry e Meghan irá gerar valores que podem ultrapassar os 564 milhões de euros e que contribuem direta e indiretamente para a economia britânica, sendo o sector turístico o que mais beneficia com esta cerimónia.

CELEBRAÇÕES
No ano de 2011, o casamento entre William e Kate celebrou-se em mais de 5.500 locais diferentes em todo o Reino Unido. Para o casamento do príncipe Harry e de Meghan Markle espera-se que o número aumente para perto dos 8 mil, sendo necessário produzir mais de 530 mil metros de tecido com o padrão “Union Jack” que consiga corresponder à enorme procura de bandeiras do Reino Unido por parte da população.

SOLIDARIEDADE
Por fim, e apesar de não ainda não existir um número, o príncipe Harry e Meghan Markle optaram por não receber prendas de casamento, preferindo que os convidados o façam doando dinheiro para instituições de solidariedade. Apesar de se esperar uma onda solidária no que toca aos donativos dos convidados, este valor apenas será desvendado depois do casal real dar o nó.

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras