Nas Bancas

3.jpg

POOL

Porque é que Harry quebrou o protocolo, ao pedir William para ser seu padrinho de casamento?

Os príncipes trocaram de papéis. Em 2011, foi Harry o padrinho do irmão no casamento deste com Kate.

CARAS
27 de abril de 2018, 10:09

Por norma, aqueles que estão junto aos noivos nos casamentos reais são denominados 'apoiantes', não sendo habitual a escolha de padrinhos. Contudo, tal como o irmão havia feito há sete anos quando se casou com Kate, também Harry decidiu escolher um parceiro muito especial para o grande dia.

Na passada quinta-feira, dia 19 de abril, precisamente um mês antes da cerimónia, o príncipe pediu ao irmão mais velho, William, para ser o seu padrinho de casamento.

A tradição parece vir de família, já que o pai de ambos, o príncipe Carlos, teve os irmãos mais novos, Edward e Andrew, como seus 'apoiantes' no casamento com a princesa Diana, em 1981. Tal como este, também Edward o viria a fazer no seu casamento, em 1999.

Num comunicado oficial, o Palácio de Kensington confirmou que William será o padrinho de casamento de Harry, "O príncipe Harry pediu ao irmão, o duque de Cambridge, para ser o seu padrinho de casamento com a Sra. Meghan Markle. O príncipe Harry foi o padrinho do duque de Cambridge com a menina Catherine Middleton em 2011 e sentiu-se honrado por ter sido convidado, estando ansioso por apoiar o irmão na Capela de St. George, Windsor, no dia 19 de Maio".

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras