Nas Bancas

GettyImages-666490436.jpg

Getty Images

William e Harry revelam que ficaram mais unidos com a morte da mãe

Durante a campanha da Heads Together, que tem como objetivo chamar a atenção para a saúde mental.

CARAS
24 de abril de 2017, 18:20

No próximo dia 31 de agosto assinalam-se 20 anos sobre a morte da princesa Diana de Gales, num trágico acidente de viação em Paris. Uma notícia que deu a volta ao mundo, encheu páginas de revistas e marcou a vida dos seus dois filhos, William e Harry.
Os príncipes decidiram abordar novamente este assunto, desta vez na sequência da campanha Heads Together, que tem com objetivo alertar para a saúde mental. “Sempre estivemos muito unidos, mas nunca falámos do tema”, disse Harry, que tinha 12 anos quando a princesa do povo morreu. “Nunca falámos de a termos perdido tão cedo”, confessou.
Kate Middleton, que também defende a causa solidária, interveio na conversa e elogiou a postura do marido. “Tendo em conta tudo o que tiveste de passar e o trauma que viveste… valorizo a tua força e a forma como foste capaz de fazer frente ao tema”, contou a mulher do príncipe William.
O duque de Cambridge também revelou que a morte da mãe o uniu mais ao irmão. “Não falámos suficiente sobre a nossa mãe”.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras