Nas Bancas

1.jpg

Getty Images

Amante da princesa Diana nega ser pai do príncipe Harry

James Hewitt pôs fim aos rumores durante uma entrevista para a televisão australiana.

CARAS
13 de março de 2017, 17:47

James Hewitt, que teve um caso com Diana de Gales durante cerca de cinco anos, acabou este domingo, 12 de março, com os rumores de que poderia ser o pai do príncipe Harry. “A história vende jornais. E provavelmente é pior é para ele, coitado”, disse o antigo oficial do exército em entrevista à estação televisiva australiana Channel Seven, citada pelo jornal The Telegraph. “Tenho pena que ele [o Harry] tenha de passar por tudo isto”, acrescentou.
Recorde-se que as especulações começaram porque James Hewitt e o filho mais novo da princesa Diana são muito parecidos fisicamente.
Também Ken Wharfe, mordomo e guarda-costas da ‘princesa do povo’, já tinha vindo a público dizer que esses rumores eram “absurdos” e “sem sentido”. “É um grande absurdo. Por um lado, as datas não batem certo. Harry nasceu a 15 de setembro de 1984, o que significa que foi concebido por volta do Natal de 1983, quando o seu irmão William tinha 18 meses de idade. Diana só conheceu James Hewitt no verão de 1986″, explicou Wharfe em 2002 no livro Diana: Um Segredo Bem Guardado.
James Hewitt tem 58 anos e nasceu na Irlanda do Norte. Foi oficial da cavalaria do exército britânico durante 17 anos. Em 2005, Diana de Gales confirmou que os dois se tinham envolvido amorosamente, numa entrevista para a BBC. Na altura, já corriam rumores de que o seu então marido, o príncipe Carlos de Inglaterra, mantinha uma relação extraconjugal com Camilla Parker-Bowles, a mulher com quem viria a casar-se.
Diana e Carlos divorciaram-se em 1996, depois de 15 anos de casamento, sendo que os últimos foram marcados por muitos rumores de traição de ambas as partes. A princesa morreu num acidente de viação em Paris, França, em agosto do ano seguinte.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras