Nas Bancas

Príncipe André exige emprego para as filhas e compra guerra com o irmão

O futuro rei de Inglaterra não concorda com as exigências do duque de Iorque.

CARAS
26 de outubro de 2016, 16:52

A rainha Isabel II já tem 90 anos e a idade obrigou-a a delegar grande parte dos seus compromissos oficiais. O primeiro na linha de sucessão ao trono, o príncipe Carlos, e a sua mulher, Camilla, cumprem grande parte deles, mas os filhos e a nora deste, William, Harry e Catherine, também têm uma agenda oficial muito preenchida. O que, segundo vários órgãos de comunicação britânicos, não é do agrado do príncipe André, que gostaria de ver as filhas, Eugenie e Beatrice, com ocupações reais a tempo inteiro, o que implicaria receberem uma remuneração fixa paga pelos contribuintes, como acontece com os outros membros da família real. E terá sido este o pedido que formalizou, através de uma carta escrita pela sua secretária pessoal, Amanda Thirsk, à mãe, Isabel II, e que deixou furioso o príncipe Carlos.
De acordo com o Daily Mail, a rainha ficou surpreendida com o pedido e encarregou o seu secretário privado, Christopher Geidt, de tratar do assunto diretamente com o futuro rei. Este, no entanto, não se terá mostrado aberto a “garantir trabalho” às sobrinhas e considerado que “alguém deveria informar o irmão que após a morte da mãe ele continuará a ter funções ligadas à realeza, mas o mesmo não acontecerá com as suas filhas”.
O duque de Iorque ocupa o cargo de representante dos negócios britânicos no estrangeiro e também preside a várias instituições de solidariedade. Além disso, cumpre também uma agenda oficial, atividade pela qual também é remunerado.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras