Nas Bancas

Diana de Gales e James Hewitt

Diana de Gales e James Hewitt

Getty Images

Amante de Diana de Gales tenta vender cartas que a princesa lhe escreveu

De acordo com o ‘Daily Mail’, os documentos datam de quando a princesa ainda era casada com Carlos de Inglaterra.

CARAS
11 de novembro de 2015, 15:45

Passaram 18 anos sobre a morte de Diana de Gales, mas a princesa não cai no esquecimento, seja por bons ou maus motivos. Desta vez, James Hewitt, com quem a mulher do príncipe Carlos manteve um relacionamento amoroso quando ainda eram casados, quis vender oito cartas, 26 postais e notas que lhe foram enviadas pela princesa. Há também, segundo o Daily Mail, duas notas escritas à mão pelo príncipe William, na altura com seis anos.
Embora o antigo oficial do exército tenha negado que tenha sido ele a vender a correspondência, o jornal garante que existem provas que dizem precisamente o contrário. A publicação adianta ainda que as cartas datam do início do caso amoroso e que, por isso, as mensagens enviadas por Diana de Gales são subtis. Entre outras coisas, pode ler-se que a princesa agradece a James Hewitt “do fundo do coração por ser um amigo maravilhoso”, diz ter ficado grata por um presente de natal e dá a entender em várias ocasiões onde de encontra, embora nunca o diga diretamente.
Recorde-se que James Hewitt afirmou publicamente que tinha sido amante de Diana entre 1986 e 1991, declarações confirmadas pela própria em 1995, durante uma entrevista para a BBC.
Esta não é a primeira vez que Hewitt tenta vender correspondência da princesa do povo. Em 2003 já tinha tentado fazê-lo.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras