Nas Bancas

Príncipe Harry vai abandonar o exército britânico

No próximo mês de junho. 

CARAS
17 de março de 2015, 12:04

Harry de Inglaterra vai deixar as Forças Armadas britânicas no próximo mês de junho, após dez anos de serviço. A notícia foi divulgada através de um comunicado enviado hoje pelo palácio de Kensington, onde o filho mais novo do príncipe disse que se tratou de uma “decisão dura”. “Após dez anos de serviço militar, sair do exército foi realmente uma decisão dura. Considero-me uma pessoa incrivelmente sortuda por ter tido a oportunidade de fazer alguns trabalhos desafiantes e ter conhecido pessoas fantásticas durante este processo”, confessou.
Durante os dez anos de serviço militar, Harry fez duas missões no Afeganistão e uma expedição de três semanas na Antártida. “As experiências que tive ao longo dos anos vão ficar comigo para o resto da vida. Estarei sempre imensamente grato. Inevitavelmente as coisas boas chegam ao fim e eu estou numa encruzilhada na minha carreira militar. Felizmente, vou continuar a usar uniforme e a reunir com colegas militares para o resto da vida, ajudando sempre no que posso”, disse, acrescentando que pretende seguir em frente com a sua vida.
Até abandonar o exército, o príncipe irá participar em exercícios militares na Austrália no próximo mês de abril. Segundo Mark Binskin, chefe das Forças da Defesa, à ABC, o neto da rainha Isabel II vai permanecer quatro semanas em Sydney, Darwin e Perth, onde trabalhará num programa de atividades com comunidades indígenas em zonas urbanas e rurais. 

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras