Nas Bancas

Andrew.jpg

Getty Images

Revelado o diário da menor que implicou o príncipe André em escândalo sexual

Virginia Roberts, agora com 30 anos, conta pormenores dos encontros sexuais com o filho da rainha Isabel II quando tinha apenas 17. 

CARAS
14 de janeiro de 2015, 17:20

O diário pessoal da mulher norte-americana que mencionou o nome do príncipe André num escândalo de abuso sexual de menores foi revelado. Virginia Roberts conta que os encontros com o filho da rainha Isabel II começaram quando este lhe ofereceu uma bebida numa festa, mesmo sabendo que era menor. “As atenções do príncipe focaram-se em mim”, pode ler-se no diário agora divulgado pelo RadarOnline. “Ele era o dançarino mais repugnante que tinha visto. Já para não falar do embaraço que foi estar a dançar com ele”.
Além disso, explicou que a primeira vez que esteve com o príncipe, em Londres, recebeu 12 mil euros. Os restantes cinco encontros decorreram em Nova Iorque, Flórida, México e nas ilhas Virgens. Nas 24 páginas do diário, Roberts, agora com 30 anos, revela ainda pormenores das relações sexuais com o príncipe André, a mando do bilionário norte-americano Jeffrey Epstein.
Virginia, casada e mãe de três filhos, confessa que foi para a capital britânica aos 17 anos através de Epstein, que recrutava mulheres para estarem com os seus amigos, homens de negócios ricos e poderosos.
Num comunicado enviado pelo palácio de Buckingham, André de Inglaterra, de 54 anos, negou todas as acusações. “Negamos totalmente que o Duque de York tenha tido qualquer tipo de contato sexual com Virginia Roberts. As alegações são falsas e não têm qualquer fundamento”

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras