Nas Bancas

478370765.jpg

Getty Images

Sarah Ferguson defende o príncipe André

O nome do seu ex-marido da duquesa foi mencionado num escândalo sexual de menores numa moção apresentada por várias mulheres num tribunal da Flórida, Estados Unidos.

CARAS
8 de janeiro de 2015, 10:30

Sarah Ferguson saiu em defesa do seu ex-marido, o príncipe André de Inglaterra, depois de o nome deste ter sido mencionado num escândalo de abuso sexual de menores. A duquesa de York estava de férias numa estância de esqui na Suíça, na companhia do ex-marido e da filha mais nova, Eugenie, quando tomou conhecimento da notícia. “Ele é o melhor homem que existe”, afirmou. “A família York é muito unida. Sempre o fomos. O melhor momento da minha vida foi em 1986, quando nos casámos. Ele é um grande homem, o melhor do mundo", acrescentou Sarah ao jornal Daily Mail.
As acusações de que foi alvo obrigaram o filho mais novo da rainha Isabel II a interromper a sua estadia na Suíça, tendo voltado a Inglaterra no passado domingo, 4 de janeiro, para se reunir com os seus assessores. Entretanto, o Palácio de Buckingham emitiu um comunicado à imprensa a esclarecer o assunto:
"Negamos totalmente que o Duque de York tenha tido qualquer tipo de contato sexual com Virginia Roberts. As alegações são falsas e não têm qualquer fundamento".
Recorde-se que, num documento apresentado num tribunal da Flórida na semana passada, a norte-americana Virginia Roberts afirma ter sido forçada pelo banqueiro milionário Jeffrey Epstein a ter relações sexuais com o seu amigo, André de Inglaterra, quando era menor de idade. 

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras