Nas Bancas

Príncipe Harry regressa do Afeganistão e confessa-se radiante com a gravidez de Kate

Harry deverá regressar a Inglaterra ainda esta semana e , a propósito do seu regresso, foram divulgadas algumas das entrevistas que o irmão do príncipe William deu durante os cinco meses que esteve em missão naquele país.

Redação CARAS
22 de janeiro de 2013, 17:28

Durante as vinte semanas que esteve no Afeganistão, o príncipe Harry deu uma série de entrevistas que foram agora compildas por James Edgar da Press Association e divulgadas. Nessas conversas, o filho mais novo do príncipe Carlos comentou o polémico assunto das fotos em que aparece nu num quarto de um hotel em Las Vegas, a sua relação com o irmão, o príncipe William, e a felicidade de vir a ser tio, uma vez que Kate Middleton se encontra grávida, pela primeira vez.
Cerca de dez dias depois de ter sido anunciada a gravidez da duquesa de Cambridge, Harry afirmou que mal podia esperar por ser tio e que estava "radiante" pelo irmão e pela cunhada. "Falei com o meu irmão e com a Catherine e eles estão os dois bem e, obviamente, muito felizes. Mas acho muito injusto que eles tenham sido forçados a tornar pública a gravidez. Estou muito feliz, mas espero, por eles, e especialmente pela Catherine, que ela consiga, enquanto futura mãe, ter a privacidade que o momento exige".
Harry falou também da relação que tem com o irmão, William e que há 'ciúmes' entre eles: "Acho que há alguns ciúmes porque sei que ele ia adorar estar aqui. Mas antes de eu vir para cá também tinha ciúmes porque ele podia fazer o trabalho dele e ir para casa à noite. E nós não, aqui voltamos para uma tenda cheia de homens e vamos jogar PlayStation".
O príncipe também comentou o episódio das fotos em que aparece nu num quarto de hotel em Las Vegas: "Acho que me desiludi, desildui a minha família e outras pessoas. Mas, no entanto, eu estava numa área privada e deveria ter havido a privacidade que se espera numa situação dessas. Em casa todos os meus amigos me apoiaram e foram fantásticos. Mas penso que foi um caso clássico de eu ter sido demasiado militar e pouco príncipe. Tão simples como isso”.
 

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras