Nas Bancas

William e Kate um ano depois: Nasceu uma princesa

Perfeitamente segura, Kate conseguiu imprimir a sua personalidade logo nos primeiros atos oficiais em que esteve presente, demarcando-se, assim, das inevitáveis comparações com a princesa Diana.

Redação CARAs
30 de abril de 2012, 12:14

Uma das questões que mais terão afligido Kate antes docasamento foi a absoluta certeza de que iria ser muitas vezes comparada à mãede William. A princesa Diana, que já em vida adquirira umapopularidade imensa, foi de tal forma mitificada devido à sua morte precoce etrágica que só uma mulher muito corajosa podia encarar a tarefa hercúlea de lhesuceder. Kate teve essa coragem ainda antes de se casar, quando deixou queWilliam lhe pusesse no dedo o anel de noivado que pertenceu à mãe. Um anel que,ainda por cima, estava associado a uma história de desamor: a do casamento de Carlose Diana.
Essa marca de um passado infeliz não só não assustou a jovem Middletoncomo até a encheu de orgulho. William adorava a mãe e ao oferecer o famoso anelde safiras e brilhantes à noiva deu-lhe uma prova de amor de incontestávelsimbolismo. Esta oferta acabou, afinal, por reforçar a segurança que Kate jámostrava ao lado de William e desde então a duquesa tem feito tudo para não odesiludir. Porém, nem por um momento tentou colar-se à imagem daquela quepoderia ter sido sua sogra.
Porque na verdade Kate tem pouco ou nada em comum com Diana. A começarpela maturidade com que uma e outra se casaram: a primeira com quase 30 anos, asegunda com 20 acabados de fazer. Depois, Kate não viveu numa redoma douradanem cresceu em colégios internos frequentados por meninas da alta sociedade:tem uma história de vida própria, tem estudos superiores – tendo, aliás, sidouma aluna brilhante –, trabalhou, fez desporto de competição. Ou seja, estápreparada para muitos sacrifícios e embates. E tem uma personalidade vincada,da qual a timidez parece não fazer parte.
Finalmente, e esta é a principal das diferenças, Kate conhece bem o homem comquem se casou e sabe que ele gosta genuinamente dela e não a escolheu apenaspor precisar de um herdeiro para assegurar a sucessão. Por isso, enquanto Dianaviveu cada dia dos seus anos como duquesa de Gales insegura e infeliz, a mulherde William nunca baixa os olhos quando se expõe em público. E mostra que na suavida tudo corre sobre rodas.

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras