Nas Bancas

Princesa Diana

Princesa Diana

Reuters

Morte da princesa Diana retratada em documentário

Mohamed Al Fayed, pai de Dodi, vai apresentar um documentário sobre a morte do filho e da princesa no Festival de Cannes.

Joana Carreira
11 de maio de 2011, 09:32

Mohamed Al Fayed continua a batalha para tentar provar que o seu filho, Dodi, e a princesa Diana de Gales foram vítimas de uma emboscada, que levou à morte de ambos na cidade de Paris, em 1997. O empresário egípcio apresentará um documentário realizado pelo ator Keith Allen sobre a morte da princesa Diana no Festival de Cannes, . "Keith e Mohamed reuniram-se em 2004 e começaram a colaboração [parte do orçamento foi avançado pelo empresário egípcio]. No documentário há uma entrevista com Al Fayed, mas não se trata de um projeto seu, mas sim de Allen", revela um porta-voz da produtora ao jornal The Independent.

As filmagens de Unlawful Killing terminaram no passado mês de março depois de três anos de trabalho. Ao contrário do que foi concluído pelas investigações policiais, que garantiam que Diana e Dodi morreram num acidente de carro provocado pela condução negligente do motorista, o filme mostra "como se ocultaram provas vitais ao público, e como os meios de comunicação, especialmente os britânicos, ocultaram sistematicamente o que se estava a passar".

Recorde-se que Mohamed Al Fayed sempre defendeu que o acidente de 1997 foi uma conspiração do serviço secreto britânico, da família real britânica e do então primeiro-ministro, Tony Blair.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras