Nas Bancas

William de Inglaterra quer seguir o exemplo do irmão, o príncipe Harry

O segundo na linha de sucessão ao trono confessa que gostaria de viver uma experiência semelhante à do irmão, que integrou um contingente no Afeganistão no ano passado, de onde foi retirado de emergência

Andreia Guerreiro
19 de junho de 2009, 19:34

Ambos têm carreiras militares, mas as experiências vividas diferem. Embora seja mais novo, o príncipe Harry já esteve no Afeganistão durante dois meses e meio a servir o país. Numa entrevista recente, William de Inglaterra, piloto da Royal Air Force, revelou que também gostaria de estar na frente de combate, enquanto que Harry reitera o desejo de integrar uma missão.

príncipes William e Harry de Inglaterra
príncipes William e Harry de Inglaterra
Reuters
"Eu não me alistei no exército para ser tratado de maneira diferente. (...) Se o Harry conseguiu fazê-lo, eu também consigo. Como membro das Forças Armadas é importante que acreditem em mim e tenho de fazer o meu trabalho da melhor forma possível. É tudo o que eu sempre quis. Para mim claro que existe a possibilidade
[de integrar uma missão e representar o país].
Mas para qualquer pessoa isso é impossível. Eu continuo a acreditar que haverá uma oportunidade"
, afirmou o filho mais velho do príncipe
Carlos
e da princesa
Diana
, de 26 anos.

"Regressar ao Afeganistão seria fantástico e a minha melhor oportunidade para o fazer será de helicóptero. Espero dar o meu melhor"
, acrescentou, por sua vez, Harry que segue a carreira de piloto de helicópteros de combate.


Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras