Nas Bancas

Reis de Espanha abandonam Buenos Aires, e visita oficial termina a norte do país

Felipe e Letizia estiveram em Cordoba para participaram no Congresso Internacional da Língua Espanhola

CARAS
28 de março de 2019, 09:52

Depois de dois dias intensos em Buenos Aires com percalços relacionados com o avião à chegada, jantares e encontros com entidades oficiais, a agenda dos Reis de Espanha não parece acalmar nesta que é a sua primeira visita oficial àquele país da América do Sul.

Córdoba é a cidade que se segue e, uma vez mais, Felipe e Letizia foram recebidos na manhã desta quarta-feira pelo casal presidencial argentino Mauricio Macri e Juliana Awada. O sorriso rasgado do presidente para saudar o Rei mantém a ideia de relação calorosa entre ambos, estendendo-se também à rainha Letizia que foi recebida com um abraço e um beijo amistoso da homóloga.

Embora os últimos dias tenham deixado claro que as relações entre os dois países parecem ser à prova de bala, a verdade é que uma visita destas não acontecia há muito tempo e isso mesmo foi lembrado pela primeira-dama argentina nas redes sociais: "A última visita de estado de Espanha à Argentina foi há mais de 30 anos. Muito obrigado Letizia e Felipe por terem vindo reafirmar este vínculo de afeto tão especial que une os nossos países".

Durante este último dia de visita oficial à Argentina, os monarcas espanhóis marcaram presença no VIII Congresso Internacional da Língua Espanhola no qual participaram, entre outros, o prémio Nobel Mario Vargas Llosa e o diretor do Instituto Cervantes, Luis García Montero.

Antes do último almoço na América do Sul Felipe e Letizia visitaram as exposições organizadas pelo Instituto Cervantes no museu Caraffa de Cordoba e receberam uma delegação de espanhóis residentes naquela cidade argentina.

Os reis de espanhóis estiveram na Argentina em visita oficial a convite do presidente Mauricio Macri que já tinha visitado Espanha em 2017. Embora Felipe tenha estado inúmeras vezes naquele país sul americano de língua espanhola, nunca o tinha feito como monarca. A última vez que lá esteve era ainda príncipe das Astúrias e rumou à América para defender a candidatura falhada de Espanha aos Jogos Olímpicos de 2020.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras