Nas Bancas

Iñaki Urdangarin: a vida na prisão do cunhado de Felipe VI

O jornal 'El Español' investigou e divulgou como têm sido os dias do marido da infanta Cristina de Espanha desde que foi preso.

CARAS
3 de agosto de 2018, 14:26

Comodidades não faltam a Iñaki Urdangarin na prisão. O marido da infanta Cristina tem direito a uma passadeira para caminhar ou correr, uma bicicleta estática e ainda um espaldar. Além de poder exercitar-se, teve a oportunidade de desenvolver um novo hobby: cultivar verduras e hortaliças, como tomates ou pimentos.

Este novo passatempo de Iñaki tem sido realizado no pátio da prisão Brieva e os meses de junho e julho poderão ter sido bastante prazerosos, já que são favoráveis ao cultivo. Os materiais utilizados pelo marido de Cristina vêm do tempo de Luís Roldán, que gostava de cuidar de bonsais no mesmo estabelecimento prisional.

A leitura e a escrita também têm entretido Urdangarin. Além disso, vê na televisão, sobretudo nos programas de notícias, uma grande distração. Para poder fazer desporto, o organismo dependente do Ministério do Interior financiou todos os materiais necessários e Iñaki foi ainda autorizado a usufruir das instalações polidesportivas de Brieva acompanhado por um único funcionário, todas as tardes, para realizar running, uma das suas atividades prediletas.

Apesar de, aparentemente, a vida na prisão não estar a ser assim tão difícil para Urdangarin, o seu advogado, Mario Pascual Vives, afirma que este "não está bem e o seu estado anímico é muito mau". Assim, o apoio da família, que o visita todas as semanas, tem sido fundamental.

Cristina foi a primeira visita que recebeu. A infanta conseguiu entrar de forma discreta e em menos de cinco minutos, ao contrário de qualquer outro visitante comum. Cerca de 40 minutos depois, saía do estabelecimento.

Além da família, há algo que também tem dado ânimo a Iñaki: a religião. Tanto o padre da prisão como as freiras têm sido como 'portos de abrigo' para o empresário. Tanto a comunhão como os conselhos espirituais são-lhe concedidos no seu módulo, já que não tem autorização de se dirigir à capela da prisão.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras