Nas Bancas

Infanta Cristina: Pedido de licença sem vencimento foi imposto pela instituição La Caixa

Por uma questão de salvaguardar a imagem da empresa, relacionado com o facto de a irmã do rei de Espanha estar a ser julgada por cumplicidade no caso Nóos.

CARAS
29 de fevereiro de 2016, 15:40

Há alguns dias surgiu na imprensa espanhola a notícia de que a infanta Cristina tinha pedido uma licença sem vencimento no departamento de Obra Social da Fundação Bancária La Caixa até que o julgamento do caso Nóos, onde é acusada de cumplicidade nos crimes do marido, Iñaki Urdangarín, fosse concluído.
No entanto, parece que a decisão não foi tomada pela irmã do rei Felipe VI e sim imposta por uma questão de imagem da instituição. "A imagem que transmite diariamente na sala de julgamento é muito danosa, sobretudo fora de Espanha, onde cada vez mais a imprensa faz referência ao caso relacionado com o seu trabalho na La Caixa. Desde o verão que existem conversas para dar andamento a esta questão tão complicada e a oposição da infanta é perentória", contaram fontes próximas da empresa à revista Vanitatis.
Recorde-se que a filha de Juan Carlos e Sofía, de 50 anos, poderá enfrentar uma pena até aos oito anos de prisão.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras