Nas Bancas

98610389.jpg

Getty Images

Infanta Cristina paga indemnização de 600 mil euros para evitar julgamento no caso Nóos

O montante foi pago esta segunda-feira, 15 de dezembro. 

CARAS
15 de dezembro de 2014, 16:38

A infanta Cristina de Espanha pagou esta segunda-feira a indemnização de cerca de 600 mil euros solicitada pelo procurador anti-corrupção Pedro Horrach no âmbito do caso Nóos. Segundo o documento apresentado pela acusação, o valor pago pela filha mais nova dos reis Juan Carlos e Sofía corresponde a metade dos fundos que entraram ilegalmente no Instituto Nóos, presidido pelo seu marido, Iñaki Urdangarín, entre 2003 e 2006.
Com o pagamento deste montante, o procurador pretende apelar ao juiz José Castro, responsável pelo caso, para que não leve a irmã de Felipe VI a julgamento, uma vez que não existem provas suficientes para a acusar.
Já para Urdangarín, a Procuradoria anticorrupção solicita uma pena de 19 anos e meio de prisão e uma multa de 2,5 milhões de euros pelos crimes de corrupção, fraude fiscal, branqueamento de capitais e desvio de fundos públicos no valor de seis milhões de euros.  

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras