Nas Bancas

181785634.jpg

Getty Images

Infanta Cristina já regressou a Genebra

A filha dos reis de Espanha passou a noite de sábado em Madrid e ontem regressou à cidade suíça onde está a viver há cerca de sete meses.

Redação CARAS
10 de fevereiro de 2014, 14:16

Depois de ter sido ouvida pelo juiz José Castro no tribunal n.º 3 de Palma de Maiorca durante sete horas, no sábado, a infanta Cristina de Espanha voou para Madrid, onde residem os pais, os reis Juan Carlos e Sofía de Espanha. E foi precisamente na capital espanhola que a infanta passou a noite antes de regressar a Genebra, onde vive desde setembro com os quatro filhos, Juan Valentin, Pablo Nicolás, Miguel e Irene, ontem de manhã. A Casa Real não confirmou, no entanto, se Cristina pernoitou no Palácio da Zarzuela e recusou-se a comentar as suas declarações perante o juiz.
Recorde-se que a filha dos reis de Espanha foi constituída arguida no caso Nóos, em que o marido, Iñaki Urdangarín, responde por seis delitos: prevaricação, fraude, desvio de dinheiros públicos, desfalque, falsificação de documentos e fraude fiscal. Em tribunal, Cristina garantiu que "confiava muito no marido", desvinculando-se assim das ilegalidades cometidas pela empresa Aizoon, da qual é coproprietária.
Os seus advogados, Miguel Roca e Jesús María Silva mostraram-se “muito satisfeitos” com a declaração da infanta. “Não poderia ter sido melhor”, afirmou Roca, ao que Silva acrescentou: “A infanta não respondeu de forma evasiva. Sua Alteza foi firme e taxativa”.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras