Nas Bancas

Infanta Cristina de Espanha

Infanta Cristina de Espanha

Getty Images

Infanta Cristina indiciada por suspeita de envolvimento no caso Nóos

A filha dos reis de Espanha pode estar, segundo um juiz, implicada no caso de fraude fiscal em que o marido, Iñaki Urdangarín, é arguido.

Redação CARAS
7 de janeiro de 2014, 10:36

Mais de dois anos depois de o marido, Inãki Urdangarín, ter sido formalmente acusado dos crimes de fraude, desvio de dinheiros públicos, prevaricação e evasão fiscal, a infanta Cristina foi também indiciada por um juiz espanhol por suspeita de envolvimento no caso Nóos.
Em causa estão os fundos gerados por negócios ilícitos do antigo desportista e a filha dos reis Juan Carlos e Sofía de Espanha terá de comparecer em tribunal para responder a várias questões relacionadas com este caso. As contas bancárias, os cartões de crédito e os gastos da infanta estão a ser analisados há vários meses e agora o juiz de Palma de Maiorca decidiu que existem indícios suficientes para que esta seja interrogada.
Iñaki Urdangarín e o seu ex-sócio, Diego Torres, são acusados de desviar milhões de euros de fundos públicos através do Instituto Nóos, entre 2004 e 2007.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras